• Natural Capital Declaration
  • Natural Capital Declaration
  • Natural Capital Declaration
  • Natural Capital Declaration
  • Natural Capital Declaration
  • Natural Capital Declaration

Signatários

Working group members

ASN Bank

ASN Bank

Tipo: Banco

País: Holanda

Data de assinatrua: 29 de março de 2012

“Para construir uma sociedade justa e sustentável, os países, as companhias e o setor privado precisam assumir sua responsabilidade. O ASN Bank trabalha para construir um mundo sustentável. Um mundo onde as pessoas são livres para fazer suas próprias escolhas, sem comprometer as demais pessoas. Uma sociedade sem pobreza, onde todos podem ter acesso à educação e ter uma boa moradia e saúde. Nossos temas centrais são direitos humanos, mudanças climáticas e biodiversidade. Somos transparentes em nossos investimentos. Tudo em linha com nossa visão de como um mundo sustentável deve parecer. Portanto, endossamos a Declaração do Capital Natural. Ela pode desempenhar um papel importante já que os ecossistemas disponibilizam serviços que possuem valor econômico, estético e religioso para a humanidade”

Ewoud Goudswaard

CEO

Athelia Ecosphere

Athelia Ecosphere

Tipo: investidor

País: Reino Unido

Data de assinatura: 12 de março de 2012

“Atualmente, de forma simples, o modelo usual de negócios está ruindo. O capital financeiro não está sendo aplicado de forma que nem de longe reflete o valor do capital natural da Terra, e o preço disto geralmente é custeado por aqueles que estão mais distantes de onde o valor econômico é realizado. Vemos ecossistemas marinhos e terrestres, os recursos de água doce e o clima da Terra estão num perigoso estado, e na raiz deste problema está o fato de que a economia tradicional é totalmente inadequada na atribuição de valor verdadeiro a qualquer coisa, o que é uma missão crítica para a vida no planeta e para a economia humana em larga escala. Como uma plataforma de gerenciamento de ativos dedicados à aplicação de abordagens para condução dos recursos financeiros, de forma a permitir técnicas necessárias para mudar o comércio e o crescimento econômico nos trópicos e subtrópicos longe de um modelo baseado somente  no retorno financeiro de curto prazo, a Ecosphere Althelia orgulha-se de aprovar a Declaração de Capital Natural.”

Christian Del Valle

Managing Partner

Banco Pichincha

Banco Pichincha

Tipo: Banco

País: Equador

Data de assinatura: 20 de março de 2012

“Com as mudanças climáticas sendo um fato inegável, está claro para nós que ações que procurem reverter esta tendência serão a chave para salvar nosso planeta. Nós queremos fazer parte da solução, através da utilização sustentável dos recursos a nossa disposição. Esta também é para nós uma forma de contribuir para o desenvolvimento de nosso país. É importante para nós atingir nossos objetivos de negócio, mas a forma como os atingimos é ainda mais importante. Ou seja, nosso crescimento não é só caracterizado por um sentido de sustentabilidade, mas também uma responsabilidade perante a sociedade e o meio ambiente. Nós nos esforçamos para fazer nossos clientes conscientes das consequências dos impactos ambientais gerados por seus negócios, tanto em suas vidas como no mundo como um todo. Os riscos ambientais podem e devem ser antecipados, e eles podem se tornar oportunidades de negócio que geram sustentabilidade para nós.”

Fernando Pozo

CEO

Banorte – Ixe

Banorte – Ixe

Tipo: Banco

País: México

Data de assinatura: 11 de junho de 2012

“O mundo não pode mais ignorar ou fechar os olhos para o movimento do capital natural. Sua incorporação em qualquer decisão de negócio deve ser crítica se nós verdadeiramente desejamos um desenvolvimento sustentável no ecossistema global. Esta não é uma opção, mas uma necessidade para o bem estar presente e futuro.”

Alejandro Valenzuela del Rio

CEO

Caisse des Depôts

Caisse des Depôts

Tipo: Investidor

País: França

Data de assinatura: 7 de junho de 2012

Não alcançaremos um desenvolvimento sustentável ou uma economia global estável sem a preservação e a promoção da biodiversidade. Caisse des Dépôts, um investidor financeiro de primeiro porte, tem colocado a biodiversidade como um dos seus critérios para estratégias de investimento.

Antoine Gosset-Grainville

CEO

Caixa Econômica Federal

Caixa Econômica Federal

Tipo: Banco

País: Brasil

Data de assinatura: 11 de junho de 2012

“A CAIXA reconhece a importância do capital natural como parte fundamental para a sustentabilidade dos negócios. Os recursos naturais são a base para a nossa economia, fornecendo matéria-prima e insumos para a produção de bens, além de serviços ambientais, determinantes para a qualidade de vida no planeta Terra. Neste sentido, a Caixa Econômica Federal como agente indutora do desenvolvimento está alinhada às novas necessidades da sociedade e do setor produtivo, considerando, sempre, a utilização racional dos recursos da natureza e os impactos ambientais gerados pelas atividades e projetos apoiados pela Instituição.” 

Jorge Fontes Hereda

CEO

Calvert Investments

Calvert Investments

Tipo: Investidor

País: Estados Unidos

Data de assinatura: 12 de fevereiro de 2012

 

“Com mais de trinta anos de experiência em investimentos sustentáveis, a Calvert tem uma grande experiência em avaliar os riscos e as oportunidades ambientais, sociais e de governança na avaliação das companhias para investimento. Ainda assim, enquanto muitos elementos desta análise são atualmente transparentes, os investidores ainda são incapazes de levar em conta os riscos potenciais da perda de biodiversidade ou de quantificar como as companhias se beneficiam dos ecossistemas saudáveis. Os investidores vão exigir maior transparência das corporações na medida em que a limitação de recursos se torna nítida. Saudamos a oportunidade oferecida pela Declaração do Capital Natural para explorar a integração da biodiversidade e a análise financeira como uma indústria e para colaborar com outros investidores no fornecimento de uma direção clara para nossas participações coletivas de carteira. De várias formas o mundo natural é inestimável, e ainda precisamos reconhecer o valor de que todos derivamos e considerar o interesse daqueles que são mais dependentes para sua sobrevivência”

Barbara Krumsiek

CEO da Calvert Investments

China Merchants Bank

China Merchants Bank

Tipo: Banco

País: China

Data de assinatura: 20 de fevereiro de 2012

“O CMB tem se comprometido com responsabilidade social e com seu papel enquanto cidadão corporativo desde sua concepção. Como parte deste comprometimento, temos contribuído em várias áreas como combate à pobreza, educação, saúde pública, e finanças verdes. É com significado prático importante que se apresenta o conceito de Capital Natural, que representa uma profunda reflexão humana sobre o autodesenvolvimento. Nossa prioridade recai na utilização sustentável do capital natural durante o processo de desenvolvimento socioeconômico. o CMB está pronto para trabalhar com seus pares globais para maximizar a proteção do capital natural do mundo.”

Ma Weihua

Presidente e CEO

Cyrte Investments

Cyrte Investments

Tipo: Investidor

País: Holanda

Data de assinatura: 20 de fevereiro 2012

“A Cyrte Investments reconhece que, enquanto gestor de investimentos, ela também possui responsabilidade social. Selecionamos oportunidades não apenas em termos de retorno financeiro esperado, mas também a partir de uma perspectiva social e ambiental. Acreditamos firmemente que o valor dos acionistas pode ser maximizado apenas se o interesse de todos os públicos de interesse de uma organização são levados em consideração. Portanto, nós apenas trabalhamos com corporações que reconhecem sua responsabilidade com relação aos direitos humanos e o meio ambiente. Assim, endossamos totalmente projetos que reconhecem e promovem o valor do meio ambiente natural.”

Peter Veldman

COO

Earth Capital Partners

Earth Capital Partners

Financeira Rural

Financeira Rural

Tipo: Banco

País: México

Data da assinatura: 25 de abril 2012

“A Financiera Rural, como um banco nacional de desenvolvimento, está profundamente engajada em promover o desenvolvimento social e sustentável. Acreditamos que é parte de nossa responsabilidade apoiar novos esquemas de crescimento econômico que incorporem o valor total de nossos recursos naturais. Endossar a Declaração do Capital Natural é uma grande oportunidade para nossa instituição mostrar nosso comprometimento genuíno na busca de uma balança entre a conservação do capital natural e a produtividade. Acreditamos firmemente que o caminho rumo a um desenvolvimento genuíno passa pela sustentabilidade em todos os seus aspectos.” 

Gustavo Merino Juárez

CEO

FIRA – Banco do Méxio

FIRA – Banco do Méxio

Tipo: Banco

País: México

Data de assinatura: 16 de fevereiro de 2012

“O desenvolvimento sustentável está no coração da missão da FIRA e é nosso desejo procurar a sustentabilidade em cada operação financeira na qual a FIRA ou qualquer uma de seus intermediários financeiros participam. A FIRA está consciente que todos os eventos climáticos extremos que estão acontecendo atualmente constituem um sinal de que a ação deve primeiramente mitigar todas as causas antropogênicas destes eventos, e depois encontrar novas formas de financiar toda a infraestrutura necessária para adaptar e resolver as consequências deste fenômeno. Esta problemática apresenta um grande desafio ao bem estar e atrapalha o desenvolvimento de todo o mundo, particularmente daqueles que mais necessitam. a FIRA promove proativamente a adoção de novas ideias que fomentem o desenvolvimento sustentável, e assim endossa a Declaração do Capital Natural na esperança de que as futuras gerações possam ter acesso ao menos ao mesmo capital ambiental que nos beneficia.”

Rodrigo Sanchez Mujica

CEO

Infraprev

Infraprev

Tipo: Investidor

País: Brasil

Data de assiantura: 4 de maio de 2012

Nós vivemos em um mundo onde a informação possui um papel chave no processo decisório de investidores, do governo e da sociedade. Ao aderir a esta importante iniciativa da ONU, a Infraprev reafirma seu comprometimento com o meio ambiente e com as pessoas, e se esforça para encorajar outras instituições financeiras brasileiras para se engajarem no relato do seu uso atual dos recursos naturais. A questão da sustentabilidade é muito importante para a Infraprev e faz parte de nossa estratégia corporativa. A Infraprev já é signatária dos Principles for Responsible Investment (UN-PRI) e coordena o grupo de engajamento de novos signatários do PRI no Brasil. Nós também somos parte do comitê técnico do CDP (Carbon Disclosure Project) para a América latina: desde 2008 compensamos nossas emissões de gases de efeito estufa, sendo assim o primeiro fundo brasileiro de pensão a se tornar neutro em carbono. A chave é efetivamente realizar ações que contribuam para melhorar a vida na Terra.

Carlos Frederico Aires Duque

CEO

International Finance Corporation

International Finance Corporation

Tipo: Investidor

País: Estados Unidos

Data de assinatura: 21 de abril de 2012

“A IFC está firmemente comprometida em proteger o meio ambiente. A recente atualização dos Padrões de Desempenho em Sustentabilidade Ambiental e Social reflete nosso reconhecimento do valor dos recursos naturais e de sua contribuição para o sustento das pessoas. Portanto, eu estou muito feliz de ser signatário desta declaração e da IFC participar na liderança que as instituições financeiras estão construindo para esta importante questão”

Lars Thunell

CEO

MN

MN

Tipo: investidor

País: Holanda

Data de assinatura: 30 de maio de 2012

“Quando eu ouvi pela primeira vez sobre biodiversidade e sua importância para os investimentos de nossos clientes, fiquei um pouco cético. Mas quando ouvi sobre o desaparecimento de abelhas, possivelmente pelo impacto de certos pesticidas, e os efeitos que isso poderia causar na agricultura mundial e na indústria alimentícia, eu me convenci que a proteção da biodiversidade pode realmente ser fundamental para nossos investimentos. Essa é uma das razões para discutirmos a questão em nosso engajamento com as empresas.

Wouter Pelser

CIO

Mongerial Aegon

Mongerial Aegon

“A Mongerial Aegon acredita que a forma como uma companhia administra seus negócios é o que realmente faz dela um parceiro e corresponsável pelo desenvolvimento sustentável. Através deste comprometimento, nós temos construído uma história de tradição, sempre baseando nossas ações em nossos valores corporativos de transparência, excelência, investimento em nossos funcionários, inovação e responsabilidade social.

A solidificação de nossos valores é evidência de que Sustentabilidade está sendo tratada com determinação dentro da companhia. Neste processo, é uma honra para nós tornarmos signatários da Declaração do Capital Natural. Nós também somos signatários do Global Compact, dos Princípios para Investimento Responsável, do Carbon Disclosure Project, e estamos aderindo aos Principles for Sustainable Insurance, o que reafirma que a sustentabilidade está incorporada a nossa estratégia, e isto não poderia ser diferente numa companhia que fornece serviços para a segurança financeira e o bem estar das pessoas no futuro.”  Helder Molina – Presidente


 

National Australian Bank

National Australian Bank

Tipo: Banco

País: Austrália

Data de assinatura: 8 de dezembro de 2011

“O NAB reconhece que todas as empresas são dependentes dos serviços dos ecossistemas através de suas cadeias de suprimento, em torno dos locais de operação ou através de seus clientes. Vemos que a gestão do valor natural inclui a valorização econômica dos serviços ecossistêmicos e do meio ambiente natural – ou seja, reconhecendo o impacto e a dependência da biodiversidade e do ecossistema de serviços e sendo responsáveis com eles dentro das estruturas tradicionais de negócios e da forma como fazemos nossos negócios. Isso é importante para a sustentabilidade do nosso sistema econômico e de negócios. O NAB tem investigado estas questões e está começando a explorar como podemos rever nossos modelos de negócios. É por estas razões que o National Australia Bank aprova a Declaração do Capital Natural.”

Cameron Clyne

CEO

Nedbank

Nedbank

Oppenheim & Co.

Oppenheim & Co.

Tipo: Investidor

País: Guernsey

Data de assinatura: 24 de fevereiro de 2012

“O Oppenheim & Co Limited é um gestor de ativos de varejo que acredita na liderança pelo exemplo. Nós estabelecemos o Fundo Gaia de Oportunidades em Luxemburgo para ser um motor da reciclagem de capital para sustentabilidade econômica. Também beneficiamos os clientes investindo em temas relacionados às mudanças climáticas, crescimento e inflação populacional, e destinamos parte de nossa taxa de desempenho para projetos sustentáveis, o que mostra que as empresas financeiras podem ser uma força para mudanças positivas. Portanto, temos o prazer de aqui endossar a Declaração.”

Toby Birch

Diretor-Gerente

Pax World Investments

Pax World Investments

Tipo: investidor

País: Estados Unidos

Data de assinatura: 16 de fevereiro de 2012

“O vasto estoque de capital natural o qual a vida humana depende – ar, água, minerais, petróleo, peixes, florestas e florestas tropicais, pastagens, pântanos e oceanos – está se deteriorando numa escala sem precedentes. De fato, todos os sistemas básicos de apoio a vida na terra estão em sério e acelerado declínio enquanto a população humana chega aos 7 bilhões. Nas próximas décadas, será necessário para o capitalismo de mercado se submeter a uma Revolução da Sustentabilidade, igual em importância à Revolução Industrial que nos trouxe para o período moderno. Para que isso aconteça, nosso sistema financeiro deve mudar radicalmente, e espero que a Declaração do Capital Natural possa ser um catalisador para tal mudança.” 

Joe Keefe

CEO

Rabobank

Rabobank

Tipo: Banco

País: Holanda

Date de assinatura: 6 de dezembro de 2011

Os recursos da Terra são a base para nossa economia, nosso suprimento de alimentos e nosso bem-estar. Portanto, nós temos que guardar a natureza e agir de acordo com suas regras. Nós somos mordomos: para nós mesmos, para nossa economia, para nossa segurança alimentar, para a natureza e para as futuras gerações. Este pensamento deve estar no coração do negócio: trabalhar em cooperação completa com a natureza!

Piet W. Moerland

CEO 

Robeco

Robeco

Tipo: investidor

País: Holanda

Data da assinatura: 18 de janeiro de 2012

“Reconhecer e assumir nosso papel como investidor responsável significa se comprometer com a sustentabilidade em nosso processo de tomada de decisão em investimento. Questões de sustentabilidade como o Capital Natural têm estado na agenda por décadas. Apenas agora os investidores estão tomando nota dos riscos potenciais da dependência e do impacto sobre a capital natural da preservação do valor para os acionistas. Nós queremos que as companhias de nosso portfólio sejam conscientes dos riscos e das oportunidades do começo ao fim da cadeia de valor, e que tomem as medidas apropriadas para mitigar e se beneficiar delas. Ao trabalhar em conjunto com outras instituições financeiras, esperamos aproveitar as oportunidades decorrentes da gestão desses riscos para criar benefícios mútuos para toda a sociedade.”

Roderick Munsters

CEO

Shenzhen Development Bank

Shenzhen Development Bank

Tipo: Banco

País: China

Data de assinatura: 3 de maio de 2012

“Como o Shenzhen Development Bank (SDB) possui muitos clientes e parceiros, nós compreendemos assim que o impacto ambiental que o SDB pode trazer à sociedade não pode ser ignorado. Nós devemos nos focar não apenas na conversação de energia e na redução das emissões do próprio SDB; mais importante, precisamos integrar o fator ambiental junto aos nossos produtos e serviços financeiros, de forma a promover tanto a finança verde como o desenvolvimento sustentável. Acreditamos que após a conclusão da fusão do SDB pelo Pin An Bank, nós estaremos prontos para levar considerações sobre o capital natural mais responsavelmente e com mais capacidade no processo de decisão do SDB.”

Richard Jackson

CEO

Société Forestière

Société Forestière

Tipo: investidor

País: França

Data de assinatura: 4 de junha 2012

“Société Forestière está fortemente envolvida com o desafio do manejo sustentável da natureza. Especializada em investimento, madeira e natureza florestal, sua variedade de serviços procuram reconciliar as necessidades da sociedade moderna e a preservação do meio ambiente: (i) serviços para investidores em florestas e propriedades: expertise e assistência em investimento, na gestão sustentável e rentável das florestas e das áreas naturais; (ii) serviços para o setor madeireiro: produção e distribuição de madeira, como um recurso durável e renovável; (iii) serviços para proprietários: ações para biodiversidade e gestão de paisagem. Société Forestière, que é certificada pelo ISO 9001, também foi eco-certificada, de acordo com o selo PEFC. Todas as florestas que ela administra estão adaptadas aos efeitos da mudança climática. Algumas informações chave: 1 milhão de metros cúbicos de madeira vendida anualmente; 1.900 hectares assegurados e administrados como ativos da biodiversidade. Société Forestière está orgulhosa em apoiar a Declaração do Capital Natural.” 

Laurent Piermont

CEO da IERMONT, CEO da Société Forestière

Sovereign

Sovereign

Tipo: Seguradora

País: Nova Zelândia

Data de assinatura: 21 de março 2012

“Enquanto uma seguradora, nós rotineiramente vendemos apólices que esperamos que permaneça em nossos registros por 50 anos – de fato, a apólice mais antiga a ser paga em nossos registros tem 92 anos de idade. Cumprir nossa promessa de que estaremos bem e em boas condições para realizar nossas obrigações num período de 50 anos é como definimos essencialmente nosso desafio da sustentabilidade. Para nós, está claro que o bem estar econômico e social está intrinsecamente ligado à base de recursos naturais, e que para assegurar um futuro sustentável nossos recursos naturais compartilhados devem se manter saudáveis e viáveis. Sovereign está comprometida em entender o impacto que nossos investimentos possuem sobre o capital natural e em tornar isto visível para todos os nossos públicos de interesse. Estamos, portanto, muito orgulhosos de apoiar a Declaração do Capital Natural, como uma iniciativa global para mensurar, divulgar e agir para que os recursos naturais sejam valorizados enquanto uma extensão do capital, e estamos ansiosos para trabalhar com outros para realizar esta ambição.”

Charles Anderson

CEO

Standar Chartered

Standar Chartered

Tipo: Banco

País: Reino Unido

Data de assinatura: 2012

“Standard Chartered possui uma visão de longo prazo das consequências ambientais de nossas ações, tanto aquelas diretamente ligadas a nossas operações como as indiretamente relacionadas, através de nossos parceiros de negócios. Nós asseguramos que construímos um negócios sustentável que traz benefícios para nossos acionistas, a sociedade, o meio ambiente e as economias locais. Ao reconhecer a proteção do capital natural como um elemento chave desta agenda, nós colocamos maior ênfase na compreensão da interconectividade de questões sobre comida, energia, e segurança da água, no contexto das mudanças climáticas. Estes quatro temas guiam nossos esforços para identificar áreas onde podemos reduzir o nosso próprio consumo de recursos, gerenciar riscos, e promover o desenvolvimento de negócios em nossos mercados. Nós consideramos o apoio à Declaração do Capital Natural como uma forma de demonstrar nosso comprometimento e de unir forças com nossos pares no sentido de encontrar soluções inovadoras para este questão.”  

Peter Sands

CEO

Sumitomo Mitsui Trust Holding

Sumitomo Mitsui Trust Holding

Tipo: Banco

País: Japão

Data de assinatura: 8 de junho de 2012

“O capital natural (os ativos naturais da Terra) são os ativos mais fundamentais, que permitem que a vida humana seja possível. Ameaças ao capital natural podem inevitavelmente atrapalhar a condução das operações de negócio em longo prazo, e reparar tais danos não é uma tarefa fácil. Portanto, Sumitomo Mitsui Trust Holding desenvolveu vários produtos e serviços financeiros para proteger este capital natural. Ao torna-se signatário da Declaração do Capital Natural, vamos avançar ainda mais estas iniciativas e fazer as nossas próprias contribuições para a construção de um mundo em que os seres humanos podem usar o capital natural de uma forma sustentável.”

Kunitaro Kitamura

Presidente

UniCredit

UniCredit

Tipo: Banco

País: Itália

Data de assinatura: 23 de março de 2012

“UniCredit sabe que apenas através da preservação dos serviços ecossistêmicos que é possível manter o desenvolvimento econômico de uma forma sustentável. Mudança climática, perda da biodiversidade, degradação do solo e escassez de água estão comprometendo as atividades humanas. Por isto que, nos anos recentes, nós temos nos engajado em muitas iniciativas que pretendem reduzir os impactos diretos e indiretos de nossas operações. Através de nossas metas de abatimento de gases de efeito estufa, nossos critérios de seleção de fornecedores, e nossas práticas de crédito, nós estamos tentando demonstrar que os negócios podem desempenhar um papel ativo no enfrentamento aos desafios do século XXI. Nos engajamos com nossos consumidores e fornecedores, e em parcerias público-privadas, para que as empresas, junto com os formuladores de política, possam contribuir para a preservação da natureza e a erradicação da pobreza e da fome. Por estas razões nós apoiamos a Declaração do Capital Natural.” 

Federico Ghizzoni

CEO




Observers